Benefícios do Pólen – Energia Pura!!!

Namaskar!!

Quero falar um pouco sobre o uso do Pólen como complemento alimentar. Ano passado pude comprovar sua ação quando diversos amigos resolveram tomar e eu também, foi uma revolução danada!  Uma festa de projetos parados que foram finalizados, sedentários caminhando nos parques da cidade e entrando em academias, enfim, movimento puro!  Na época eu estava estudando muito os florais e decidi avaliar o pólen.  Na criação de um floral, a planta é estudada como um todo, sua origem, seus mitos, onde cresce, como cresce,  sua anatomia, seus efeitos fitoterápicos etc.. Resolvi fazer o mesmo com o Pólen apícola…

    A” Energia” do Pólen

As plantas produzem o pólen a fim de se reproduzir, o órgão feminino de uma flor precisa do pólen de um órgão masculino para ser fertilizado e produzir fruto ou semente.

O Pólen serve portanto para a procriação de algumas espécies de plantas.  Vejo-o também como um material muito sutil mas que possui uma força potencial para criação de vida, uma força realizadora, puro movimento!

A abelha coleta os Pólens das flores, que aderem aos pelos do seu corpo aglutinando os grãos em esferas, que são transportados nas corbículas das patas posteriores. Além de colher sua parte, as abelhas espalham os elementos masculinos de flor em flor, porque seu corpo peludo fica cheio de Pólen – polinização.

As abelhas transportam estas esferas de pólen para a colmeia, onde são depositadas nos alvéolos dos favos, sendo comprimidas pela cabeça das abelhas operárias, para obter uma massa compacta. Essa massa sofre transformações, não só pelo alto índice de umidade e temperatura interna da colmeia, que gira em torno de 35ºC, mas também pela ação de secreções salivares das abelhas, ricas em enzimas, e misturadas com néctar. Ao término destas transformações esta massa é denominada “pão das abelhas”. Este “pão das abelhas” é por elas utilizado como alimento protéico desde o período larval até o final de sua vida adulta. É com isso que estas exímias trabalhadoras se alimentam!!!

As abelhas são, dentre os insetos, os polinizadores mais eficientes devido a sua constância e fidelidade à coleta e também pelo seu reconhecimento de cor e sua memória de odor.

É de vital importância a polinização das plantas pelas abelhas, não só para o meio ambiente, porque garantem a perpetuação das espécies vegetais, mas também para a agricultura, por aumentarem sensivelmente a produção de frutos e sementes.

Se analizarmos todo este processo, além de ser um material sutil para criação da vida, sua  colheita é fruto de um trabalho árduo das abelhas que passam o dia colhendo o néctar e pólen das flores, num movimento intenso, indo e voltando à colméia. Enfim, ENERGIA PURA para trabalho, realização, criação!

Benefícios físicos 

O Pólen apícola é diferente do pólen das plantas porque a abelha aglutina-o com a saliva, para que possa ser fixado nas corbículas (cestas das patas traseiras) e transportado para a colmeia. Como a saliva da abelha é rica em enzimas, aminoácidos e vitaminas, o pólen possui uma riqueza infinita de minerais, proteínas e fibras vegetais, logo resulta num produto de alto valor nutritivo.

Há na natureza 22 aminoácidos essenciais para a saúde humana, e o pólen é o único alimento que contém todos os 22 aminoácidos. Quase todas as vitaminas foram identificadas no pólen, sendo particularmente rico em carotenos (vitamina A).

Algumas variedades como o pólen de acácia contém 20 vezes mais caroteno que a cenoura que considerada a principal fonte dessa vitamina. É rico em rutina ou vitamina P, que fortalece os capilares, veias e artérias e reverte o endurecimento destas últimas e por isso é muito importante para o sistema cardiovascular, especialmente após os 40 anos.

O pólen é uma fonte preciosa de oligo-minerais com mais de 22 elementos. Os oligo-minerais são elementos químicos (titânio, níquel, cobalto, silício,…) que o organismo humano necessita em pequenas quantidades e que não existem na maioria dos produtos alimentícios. A medicina orto-molecular, hoje em dia, está demonstrando a importância dos oligo-elementos para o bom funcionamento do nosso organismo.
Há vestígios de 15 elementos no pólen os quais são necessários ao organismo humano, que são: ferro, iodo, cobre, zinco, manganês, cobalto, molibdênio, selênio, cromo, níquel, estanho, estrôncio, boro, flúor e vanádio.

Os níveis de flavona são de 2,54g para 100 g, sendo que os compostos flavonóides têm funções de prevenir as arterioscleroses, diminuir os níveis de colesterol, aliviar a dor e proteger de radiações.

O Pólen é um alimento completo e valioso da natureza, que além de garantir todos os aminoácidos essenciais ao organismo humano, também é rico em oligoelementos minerais, fibras, hormônios vegetais e vitaminas. Formado por 10% a 35% de material protéico e 30% a 40% de açúcares (glicose, frutose e dextrina), os quais são rapidamente absorvidos pelo organismo sem esforços.

O Pólen oferece ainda celulose, a fibra com estrutura química de carboidrato, que estimula o funcionamento intestinal.

  Como comprar e como usar?

Ao comprar  prefira embalagens de vidro para ver o produto, quanto mais colorido melhor, para verificar a qualidade vire o frasco de ponta cabeça e observe se nenhum grão “cola” no fundo do pote, se isso ocorre é sinal de umidade o que pode acarretar em diminuição da validade por proliferação de fungos.

Inicia-se o uso com 1 colher de café diário, durante uma semana. Não tendo nenhuma reação alérgica, pode-se usar depois 1 colher de sobremesa por dia.

Crianças até 12 anos usam metade da dose.

O Pólen pode ser ingerido puro, mastigando-o bem e tomar um líquido em seguida ou misturado ao leite, sucos, vitaminas, iogurte etc…

Ingerir somente pela manhã.



About these ads

4 Comentários (+adicionar seu?)

  1. julio fernandes
    set 26, 2012 @ 10:24:55

    Bom dia! Sabes me dizer se a lactose do pólem traz algum efeito colateral aos que são intolerante e alérgicos a lactose do leite?

    Resposta

  2. henrique ferreira
    out 09, 2012 @ 23:54:40

    gostaria de saber se pessoas diabeticas podem fazer uso normalmente?

    Resposta

    • Lidiane
      out 10, 2012 @ 08:40:03

      Olá Henrique,
      Dá uma lida na Confederação Brasileira de Apicultura: http://www.brasilapicola.com.br/node/106
      Eles informam a constituição do pólen – Carboidratos 38,2% dos quais 31% é açúcar total e 7,2% celulose.
      Vejo que a quantidade é pequena diante dos benefícios, o consumo depende das restrições alimentares do paciente e do tipo de diabetes.

      Já neste artigo: http://www.polencrinway.com.ar/diabetes.html citam um óleo extraído do pólen muito benéfico para o Diabetes.
      Muitos outros artigos citam que é benéfico para o diabetes por ajudar o pâncreas.
      Obrigada pela troca!

      Abraços.
      Lidiane

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Contato

E-mail: lidiane.passos@yahoo.com.br

Telefone: (12) 8866-7770 / 3029-9884

Consultório:

Centro de Práticas Terapêuticas

Rua: Euclide da Cunha, 245 fundos - Vila Ema

Nome Skype: harmoniaesaude

Atendimento

Atendimento personalizado, com hora marcada.

Avaliação inicial gratuíta.

Palestras

Palestra Gratuíta !!!

- Cura-te a ti mesmo - baseado no livro do Dr Edward Bach

Consulte disponibilidade!

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 33 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: